Dez dicas para retomar o sexo depois do parto

Após dar à luz o corpo da mulher precisa de tempo para se recuperar e que todos os órgãos voltem ao seu site. Além disso, a mãe vai se sentir mais ligada ao bebê e, possivelmente, todo o seu tempo dedicado ao recém-nascido.


Ante a ausência de tempo, o cansaço e a adaptação às novas circunstâncias, é provável que o casal tenha dificuldades para retomar a vida sexual. Com a finalidade de ajudar os novos pais, Hospitais Nisa foi elaborado um guia com recomendações para retomar o sexo depois do parto:


Espera o momento certo


Se o parto é natural, como se o bebê nasceu através de uma cesariana, os órgãos da mulher demorarão algum tempo para voltar ao seu estado fisiológico. As recomendações habituais aconselham esperar seis semanas antes de retomar o sexo (mas é melhor perguntar ao ginecologista).


Além disso, a mãe pode precisar de mais tempo para estar preparada mentalmente, já que a nova situação pode fazer com que a mulher não quer ter contato sexual com seu parceiro. Nestas situações, o guia recomenda – se começar com carícias e massagens para não se precipitar.


Confiança e comunicação


O bebê vai precisar de cuidados constantes e grande dedicação por parte dos pais. É fundamental que as mães não deixem de lado o casal e que dediquem tempo para falar com ela e desfrutar de uma certa intimidade. Esses minutos podem ser vitais para procurar apoio, recarregar energia e fortalecer o relacionamento.


Aceita as mudanças físicas


O corpo da mãe tem sofrido mudanças nos últimos meses e é necessário que tanto o homem como a mulher se acostumem.


Os especialistas não recomendam a criticá-lo e dar-lhe alguns conselhos para se sentir melhor: usar uma luz tênue na intimidade, comprar roupas bonitas para os primeiros meses de maternidade, pedir ajuda para descansar e, acima de tudo, pensar que as mudanças devem ser para a vida nova que criou o casal.


Exercícios para fortalecer


Os exercícios de fortalecimento da musculatura pélvica ajudá-lo a evitar a incontinência urinária e facilitar as relações sexuais.


Antes de começar a praticá-los é conveniente que a mãe pergunte ao médico ou à parteira quais são os mais adequados e como deve executá-los corretamente.


Esvazia o peito


Se o peito estiver cheio, a pressão pode causar dor na mãe. Por este motivo, os especialistas recomendam dar o peito ao bebê antes da actividade sexual.


Use precaução


Mesmo que a mulher não tenha tido a primeira menstruação após dar à luz há possibilidades de que volte a engravidar, por isso é recomendável que o casal conheça o risco e use algum método contraceptivo para evitar que isso aconteça.


Expectativas baixas


Ao retomar as atividades sexuais é provável que a mulher tenha dor e que o casal esteja distraída pensando em se o bebê ficará bem.


Para evitar um mal momento desde o hospital aconselham que os pais não se criem grandes expectativas, sejam pacientes e vão, pouco a pouco, até que voltem a sentir-se confortáveis.


Criatividade e bom humor


Provavelmente o bebê esteja ocupando o quarto por isso é uma boa oportunidade para buscar intimidade em outros lugares e experimentar diferentes posturas que se adaptem melhor às mudanças do corpo da mãe.


Por outro lado, manter o bom humor ajudá-lo a que o casal aproveite mais esses momentos e esteja relaxada.


Lubrificantes


Depois do parto, é provável que a zona genital feminina não lubrifique igual devido ao nível de estrogênio. Esta circunstância será mais visível quando a mulher está amamentando.


Os especialistas recomendam consultar o ginecologista para ajudá-lo a determinar qual opção é a mais adequada para melhorar a lubrificação.


Mudanças no orgasmo feminino


A raiz do parto, o orgasmo da mulher ou a forma em que o atingia foi capaz de mudar e o que antes funcionava, agora não. É recomendável tratar o tema com confiança com o casal.


 

10 Maneiras De Treinar O Seu Cérebro Para Odiar A Junk Food

PinCompartir12WhatsAppTwittear12 Compartilhar

A comida pouco saudável e altamente processada pode sabotar qualquer esforço para perder peso e estar em forma.


Por isso, precisamos reprogramar a nossa maneira de pensar sobre essas refeições, com o fim de ter mais controle sobre a nossa saúde.


Por Que Às Vezes Desejamos Tanto A Comida Rápida E Saudável?


A revista norte-americana New York Magazine fez um magnífico artigo intitulado “The extraordinary science of addictive junk food” (A ciência extraordinária por trás da comida viciante).


O editor Michael Moss se tomou seu tempo para pesquisar e fazer-nos compreender que o nosso desejo de junk food surge de uma poderosa reação fisiológica, planejada cuidadosa e estrategicamente por alguns fornecedores de comida rápida (1).


Muitas de nossas petiscos favoritos são feitas com a perfeita quantidade de açúcar, sal, gorduras e outros produtos químicos para desejar comer mais.


Mas você pode sair este processo viciante, consumindo a maior quantidade de refeições saudáveis e integrais que puder. A lição aqui é que, quanto menos junk food ingieras, menos junk food vai querer.


Você pode sair do círculo vicioso de junk food seguindo estas dicas, talvez alguém possa encontrar a chave para que você aprenda a dizer NÃO às tentações.


Leia o nosso guia sobre porque é que os carboidratos refinados são ruins para sua saúde


1. Coloque Em Prática A Regra Dos Cinco Ingredientes



Se o alimento que você pretende comprar no supermercado tem mais de 5 ingredientes no rótulo, não o compre. Este é um sinal de alerta quanto ao seu processamento.


Se você gosta muito, você pode comprá-lo de vez em quando para dar um gosto, mas não consumas a diária.


Esta é uma forma simples de evitar junk food como um saco de batatas com limão ou biscoitos que despertaram a sua vontade.


2. Enche O Teu Prato De Três Cores



Um estudo realizado pela Universidade de Cornell descobriu que os adultos preferem comer 3 alimentos de cores diferentes, em diferentes porções, em seus pratos.


Isso psicologicamente ajuda a criar satisfação e plenitude em cada refeição.


Em vez de comer uma barra de chocolate ou caramelo, escolha um lanche de nozes, pedaços de frutas e chocolate escuro para ter uma variedade saudável de texturas, nutrientes e cores.


3. Quebra A Rotina



Formar um hábito leva poucas semanas. Se você já tem o costume de visitar as máquinas às 3 da tarde, troque-a por uma caminhada de cinco minutos ao redor da quadra.


Trocar hábitos é uma forma de quebrar os hábitos negativos e começar atividades mais saudáveis.


Leia o nosso guia sobre a rotina completa de ginástica para iniciantes


4. Faça Da Refeição Um Saudável Gosto



Um dos melhores sobremesas, e dos mais simples, é um cacho de uvas vermelhas recém-retiradas do refrigerador. Com esta lanche pode superar estas vontade incontrolável de comer algo doce.


Leia o nosso guia sobre os 15 dicas para preparar comida saudável


5. Mantenha Alimentos Saudáveis À Mão



Guarda os alimentos saudáveis ao centro e à frente do seu frigorífico.


Os lanches são muito fáceis de comer e são um vício, muito fácil de adquirir, apenas tomar a bolsa, a abre e se a come até o fundo.


O que aconteceria se você tem um prato pronto com pimentões, cenouras e pepinos picados em tiras e um frasco de humus na sua ao abrir a geladeira?


Isso pode ajudar a saciar a sua fome repentina com os alimentos que você não vai se arrepender depois.


6. Conheça As Refeições Que São Sua Fraqueza



Assim tem fraqueza por chocolate, bolo red velvet, petiscos salgados como os pretzels e as batatas, é importante que os identifique.


Tê-los na mira, já é metade da batalha ganha. Mantenha-os afastados de sua casa.


7. Aprenda A Asquearte De Junk Food



Uma vez que você aprende sobre os ingredientes que vêm em junk food, você pode vê-los com olhos diferentes e exorcismo com facilidade.


Por exemplo, as marcas do frango grelhado congelado são produzidas por uma máquina que transfere óleo vegetal sobre o frango.


O preservativo que utilizam os alimentos processados como o Tang, Kool Aid e as salsichas, é chamado de hidroxibutilanisol (BHA) e pode ser cancerígeno.


No entanto, continua adicionando os alimentos, apesar das advertências do Departamento Americano de Saúde e Serviços Sociais.


A vitamina D3 que é adicionado a muitas marcas de iogurte, ocorre a gordura das ovelhas e, finalmente, o sabor natural ao churrasco de seus papas favoritas, é feito com leite e frango em pó.


8. Mastiga Tudo O Que Você Precisa



Um conselho bastante eficaz para parar de comer tanto e produzir no cérebro a sensação de plenitude, é mastigar a comida mais da conta.


Se você gastar mais tempo mastigando, você terminará comendo menos. Procura mastigar devagar e saborear a comida. Espera que seja um bocado antes de tomar o próximo.


9. Reduz-Se Gradualmente O Consumo De Junk Food



Diz-Se que comer açúcar faz com que comas mais açúcar, devido a que afeta suas papilas gustativas, fazendo com que procure atingir o mesmo nível de satisfação.


Um especialista em nutrição da Escola de Medicina de Yale, concluiu que, se comer menos alimentos processados, precisamos de menor quantidade para sentir satisfação.


Sua recomendação é que disminuyamos nossos maus hábitos em passos pequenos. Por exemplo, se você tomar três torrões de açúcar em seu chá ou café, reduz-se a dois torrões por algumas semanas. Em seguida, será mais fácil reduzir a um.


Em pouco tempo você vai perceber que apenas necessita de pequenas quantidades desses alimentos para satisfazer o seu apetite.


10. Come Uma Uva Passa, De Forma Consciente



Um truque para ganhar controle sobre suas reações nervosas relação a comida, consiste em algo tão simples como comer uma uva passa.


Tenta isso:



  • Toma uma uva passa.

  • Examina sua forma e textura.

  • Percebe o seu cheiro.

  • Coloque a uva em sua língua e dirija-a em torno de sua boca.

  • Mastigue lentamente.

  • Trágala e imagine como você passar por sua garganta e o resto de seu corpo.

Quando acabar de comê-la, pergunte a si mesmo que é o que seu organismo precisa para funcionar.


Comer desta forma, você ajuda a praticar o domínio sobre o seu sistema nervoso. É uma reação em que te concentras, enquanto diminui a velocidade de seus batimentos cardíacos e sua respiração, e ao mesmo tempo interiorizas o funcionamento de seu organismo.


Colocar em prática este exercício também ajuda a combater a ansiedade, aumentando os níveis do neurotransmissor chamado ácido gama-aminobutírico (GABA), que estabiliza a sua sensação de apetite e melhora a sua digestão.


Esperamos que essas dicas sejam de grande ajuda.


Não hesite em nos contatar.

Os Alimentos Processados Estão Matando As Pessoas

Os alimentos processados são maus.


São uma das principais cuasas do aumento de doenças metabólicas e câncer de cólon.


Cada vez que uma população adopata a forma de comer americana alta em alimentos processada aumenta os casos de doenças metabólicas e alguns tipos de câncer.


O consumo de alimentos processados, tornou-se um hábito na vida quotidiana do mundo ocidental, já que são práticos, fáceis de obter e preparar, no entanto, a ingestão excessiva de estes estão matando muitas pessoas, isso, o conteúdo de gorduras trans, sódio, colesterol, aditivos, etc., que contêm.


alimentos processados-1


O que são os alimentos processados?


Provavelmente, os identifica e os consumimos diariamente, mas é importante lembrar que e quais são os alimentos processados, que tem sido causa de muitas doenças e alterações na saúde.


Os alimentos processados são produtos industrializados que contêm substâncias artificiais, químicos e aditivos que após um procedimento, sua contribuição não é 100% natural e tornam-se nocivos para a saúde.


Por isso, os alimentos processados, não são sempre uma alternativa saudável, já que são menos nutritivos do que os de origem natural, além disso, contêm açúcares refinados e gorduras saturadas, trans, sal, a maioria deles.


Exemplos de alimentos processados:


Bacon, barras de granola, frutas secas, margarina, pipoca, catsup, jantar congelada, óleos refinados, alimentos baixos em gorduras, os alimentos de restaurantes de comida rápida.


Aqui estão as 10 formas de que os alimentos processados estão matando as pessoas:


Provavelmente, acha que é um pouco exagerado afirmar isso, no entanto, é verdade, atualmente a indústria de alimentos tem uma grande influência sobre o que consumimos diariamente. Por isso, foi levado a colocar em risco a vida e a saúde de várias formas:


1. – Os alimentos processados geralmente elevam o açúcar no sangue:


alimentos processados-5


Se sofre de diabetes ou se é propenso devido à herança familiar, sabe-se que se devem tomar decisões saudáveis em relação a escolher os alimentos que se consomem diariamente.


Os alimentos processados são ricos em açúcares refinados, carboidratos simples, xarope de milho rico em frutose, e isso propicia que os níveis de açúcar no sangue aumentem.


O açúcar pode ter efeitos devastadores sobre o metabolismo do corpo. (1)


Os alimentos que você deve consumir com pouca frequência para evitar o aumento de açúcar no sangue são: bebidas açucaradas, doces como pães, bolos, glacês, biscoitos com chocolate, doces, etc.


2.- Aumento dos níveis de triglicérides, colesterol “ruim”:


alimentos processados-4


A maioria dos alimentos processados são ricos em gorduras saturadas e gorduras Trans”, pelo que o organismo está a risco de aumentar os níveis de lipídios.


Isso, sem dúvida, é uma das principais causas de ataques cardíacos, falhas cardíacas, que podem ter sérias consequências para a saúde e até a morte.


3.- Os alimentos processados causam acúmulo de gordura no fígado:


Atualmente, o problema de fígado gorduroso é cada vez mais comum, e isto, não só põe em risco a função deste órgão vital, mas também colocam em risco o bem-estar de todo o organismo.


Os alimentos processados são ricos em colesterol, gorduras “ruins”, e o consumo excessivo de lácteos integrais, margarinas, pizzas e outros produtos congelados, frios, etc., poderá causar esse problema que, além disso, é silencioso, já que não se apresentam no início de sintomas.


4.- Acúmulo de gordura no abdômen:


Outra das formas em que os alimentos processados afetam diretamente a saúde, é que o consumo elevado destes, faz com que o tecido adiposo se acumula principalmente na região abdominal.


Isso, sem dúvida, é um risco de excesso de peso e obesidade. Um perímetro abdominal grande não só é feio, mas que pode ser a causa para poder desenvolver diabetes tipo II, obesidade, doenças cardiovasculares, etc.


alimentos processados


5.- Os alimentos processados são muito satisfatórios e isso leva ao consumo excessivo:


Os alimentos processados, por seu conteúdo, que é rico em açúcares, adoçantes, substâncias químicas, gorduras, etc., são viciantes, originam prazer, o que alonga o corpo obriga a seguir consumiéndolos.


E, por isso, o consumo excessivo destes, põe em risco a saúde e a vida. Pesquisas e estudos realizados na Universidade de Michigan confirmam isso. Comparam o vício com as drogas, alcoolismo.


6.- Os alimentos industrializados aumentam o risco de contrair alguns tipos de cancro:


Inúmeros estudos e pesquisas têm confirmado que os alimentos processados contêm substâncias como o aspartame e outros adoçantes que podem causar uma série de doenças, entre elas o câncer.


A OMS (Organização Mundial de Saúde (oms) declarou que a carne processada e, em geral, os alimentos processados (carnes frias, etc.) podem causar câncer, entre outras doenças.


7.- O consumo excessivo de alimentos leva ao excesso de peso e obesidade:


Atualmente um problema de saúde mundial e as principais causas de morte. De acordo com a OMS isso tem aumentado devido à disponibilidade de calorias e que, ao consumir-se diariamente pode ser a causa do aumento de peso corporal.


Sendo uma das razões por que o excesso de peso, obesidade, por isso, não é aconselhável o consumo excessivo de alimentos industrializados, como refrigerantes, margarinas, alimentos congelados, fritos, enchidos, etc., também chamados alimentos transgênicos.


8.- Os alimentos industrializados aumentam o risco de doenças cardíacas:


As causas principais que se relacionam com doenças do coração, são o tipo de alimentação que se leva, entre eles, o consumo elevado de alimentos processados.


É verdade que a genética desempenha um papel importante como causa disso, mas também da dieta diária. Os alimentos processados são ricos em sódio, colesterol, açúcares.


9.- Causam efeitos colaterais no organismo:


Os alimentos processados, sem dúvida, têm um efeito nocivo para a saúde, já que, como se tem vindo a citar seu alto teor de substâncias químicas provoca danos em órgãos, e também por causa do desenvolvimento de várias doenças.


Dentro dos efeitos colaterais mais comumente se apresentam por abusar no consumo de alimentos processados são: dor de cabeça, enxaqueca, náuseas, diarreia, tonturas, vômitos, dificuldade para respirar, reações alérgicas, etc.


10.- Causam problemas metabólicos:


Os alimentos processados contêm conservantes, essas substâncias e aditivos artificiais são causa além disso, de tudo o que já foi mencionado, também de distúrbios metabólicos, como doenças da tireóide, doenças intestinais, etc.


Pesquisadores da Universidade Estadual da Geórgia indicaram que os alimentos processados contêm substâncias que perturbam a flora intestinal e a composição de bactérias no cólon.


Conclusão:


O conteúdo de pesticidas, adoçantes artificiais, hormônios de crescimento bovino, transgênicos, etc., que fornecem os alimentos processados, vão prejudicar a saúde geral do organismo.


Além disso, o coloca vulnerável a contrair uma série de doenças que podem ser fatais.


Segue um estilo de vida saudável e evita o consumo de alimentos processados, escolher alternativas saudáveis, como alimentos naturais.

10 Alimentos Ricos Em Gorduras Boas Para A Sua Saúde

Do que se vê a gordura como o inimigo, as pessoas, aumentando a ingestão de açúcar, carboidratos e alimentos processados.


Como resultado disto é o aumento de obesidade e doenças metabólicas.


As coisas mudaram nos últimos anos, a gordura já não é o inimigo, incluída a gordura saturada, vários estudos não encontraram relação entre a gordura saturada e a doença do coração . (1)


gorduras-boas-2


Conheça os 10 melhores alimentos ricos em gorduras boas:


As boas gorduras são os ácidos graxos que são saudáveis. Seu consumo não representa um risco de doença cardiovascular. Mas, ao contrário, melhoram a saúde do coração.


As gorduras consideradas boas são:



  • Gorduras polinsaturadas

  • Gorduras monoinsaturadas

  • Ácidos gordos omega 3 e omega 6

Os alimentos que fornecem este tipo de gorduras boas são:


1.- Azeite de oliva:


O azeite é obtido a partir de azeitonas, que são fruto da oliveira, e passam por moinhos de pedra, a massa que se obtém se esmaga na imprensa no frio, e dá o azeite de oliva extravirgen.


É o que mais se recomenda consumir, já que é muito mais saudável, já que traz inúmeras propriedades e benefícios. O azeite é uma excelente fonte de gorduras boas.


É composto de 73% de gorduras monoinsaturadas e 11% de gorduras poli-insaturadas, além disso, contém quantidades significativas de proteínas, ferro, zinco, Vitaminas B1, B2, B6.


grasas_buenas-azeite de oliva


2.- Sementes de chia:


As sementes de chia são caracterizados por fornecer ácidos graxos essenciais, são uma rica fonte de Ômega 3, além disso, fornecem Ômega 6, até mais do que as sementes e grãos.


A chia é a fonte vegetal que mais contribui Omega 3, fornecem carboidratos, proteínas, Vitamina B1, B2, B3, B5, B9, Vitamina C, minerais como: Cálcio, fósforo, potássio, etc.


As sementes de chia foram adjudicado propriedades medicinais, já que o seu consumo, podem prevenir o desenvolvimento de doenças cardiovasculares, combate problemas digestivos, ajudam a perder peso.


grasas_buenas-sementes de chia


3.- Salmão:


O salmão é um peixe azul ou também é conhecido como gordo. Seu teor de gordura é rico em Omega 3, e representa um benefício para o organismo, pois ajuda a diminuir os níveis de colesterol e triglicerídeos.


Por cada 100 gramas de salmão tem cerca de 3,70 gramas de gorduras monoinsaturadas, e cerca de 3,29 grs de poli-insaturadas. Além disso, fornece vitaminas do grupo B, A, D, quanto aos minerais, é uma boa fonte de cálcio, iodo, magnésio, selênio, potássio e fósforo.


Mas é uma boa fonte de gorduras boas, também o é em colesterol ou purinas, por isso recomenda-se consumir apenas cerca de 400grs por semana.


grasas_buenas-salmão


4.- Cacahuates:


Também conhecidos como amendoim. Os cacahuates são uma rica fonte de proteínas de origem vegetal. Também o são em gorduras boas, cerca de 70% são insaturadas.


Seu teor de óleo graxo oleico e linoleico (Ômega 6), ajudam a controlar o colesterol. Consumir cacahuates regularmente pode ajudar a prevenir a trombose, acidentes vasculares cerebrais, síndrome pré-menstrual, artrite reumatóide.


Pela sua riqueza em gorduras e outros nutrientes, os cacahuates são um alimento muito energético, por isso é recomendado comer quando se pratica esporte, trabalho pesado, etc.


grasas_buenas-cacahuates


5.- Sementes de linho:


As sementes de linho são sementes muito nutritivas, são ricas em fibra. Ajudam a regular a função intestinal. A partir dessas sementes também se produz um óleo de linhaça, que é usada com fins medicinais.


As sementes de linhaça também são ricas em Omega 3, ingestão de ácidos graxos essenciais (insaturadas) ajuda o organismo para poder prevenir o desenvolvimento de doenças cardiovasculares, artrite reumatóide, combater a prisão de ventre, melhorar a saúde digestiva.


grasas_buenas-sementes de linho


6.- Azeitonas:


Caracterizam-Se por ter um sabor muito peculiar. São ricas em gorduras boas, em cerca de 100 gramas fornecem cerca de 22grs de gorduras monoinsaturadas e cerca de 13,15 grs de poli-insaturadas.


Também são ricas em minerais como: cálcio, magnésio, fósforo, potássio, além disso, fornece ácido fólico, niacina, caroteno. É um alimento altamente energético.


Para evitar que o sal tem um efeito ruim no organismo, recomenda-se remojarlas antes de consumi-las e, em seguida, enjuagarlas. Recomenda-Se consumi-las com moderação.


grasas_buenas-azeitonas


7.- Abacate:


O abacate é rico em vitaminas A, B, C, D e K, também é rico em minerais como magnésio, potássio e ácidos graxos (gorduras monoinsaturadas) proporciona proteínas também.


Este fruto tem sido adjudicado múltiplas propriedades, já que graças à sua contribuição de gorduras boas, ajuda a diminuir o colesterol no sangue, melhora a tez da pele, fortalece os ossos.


Em casos de gota e reumatismo recomenda-se o uso do óleo de abacate. Com média peça diária a saúde em geral melhora.


grasas_buenas-abacate


8.- Amêndoas:


As amêndoas são um fruto seco muito rico em nutrientes, um alimento muito energético e com muitos benefícios para a saúde. Trazem manganês, fósforo e potássio, proteínas.


Quanto às gorduras boas que trazem, principalmente contém gorduras monoinsaturadas (33grs/100g) ácido oleico. Seu teor de gorduras saudáveis ajudam a prevenir doenças.


Embora em menor quantidade, também fornecem gordura poliinsaturada entre 15-19% de ácido linoleico (Ômega 6). Por isso, recomenda-se consumir um punhado (de 7 para 8 peças) de amêndoas-de 3 a 4 vezes por semana.


grasas_buenas-amêndoas


9.- Atum:


O atum (peixe azul) se destaca por ser muito nutritivo, tem um alto teor de ácidos graxos como o ômega 3, além de ser rico em gorduras monoinsaturadas e poli-insaturadas, também o é em proteínas de alto valor biológico.


Também contém minerais como cálcio, selênio, magnésio, potássio, fósforo. É rico em niacina, ácido fólico, retinol, Vitamina A, aminoácidos. Não contém carboidratos.


O atum é um alimento que pode complementar uma dieta equilibrada.


grasas_buenas-atum


10.- Nozes:


As nozes têm um alto valor nutritivo. Sua contribuição é muito semelhante ao das amêndoas. São ricas em proteínas de alto valor biológico. Em 100grs seu conteúdo é de 60grs como gordura total.


Seu aporte de ácidos graxos, principalmente, é de gorduras poli-insaturadas, mas também traz monoinsaturadas. São ricas em minerais como zinco e cobre.


Se lhe foi adjudicado múltiplas propriedades medicinais já que é um alimento energético e nutritivo. Consumir quatro nozes por dia será suficiente.


grasas_buenas-nozes

Como evitar o suor nas axilas


A transpiração excessiva nas axilas pode ser desagradável, angustiante e irritante, e é possível que seja devido a uma condição de saúde subjacente que requer atenção médica imediata.


Se você se encontra nesta situação, é provável que possa aliviar os sintomas do excesso de suor nas axilas seguindo essas 10 dicas:


1. Usa Antitranspirante


Muita gente pensa que os desodorantes e antitranspirantes são o mesmo, mas não é bem assim.


Seus nomes indicam a principal diferença: os desodorantes ajudam a desodorizar, ou seja, previnem o mau cheiro, enquanto que os antitranspirantes reduzem a transpiração.


Os desodorantes existem desde a mais remota antiguidade, enquanto que os antitranspirantes foram introduzidos no início do século XX.


Os antitranspirantes contêm compostos de alumínio, especialmente cloreto de alumínio, ingredientes ativos, que bloqueiam as glândulas sudoríparas de forma temporária.


Leia o nosso guia sobre as 5 formas de fazer um antitranspirante caseiro e natural


2. Avalie A Possibilidade De Usar Um Antitranspirante Com Prescrição Médica



Se o seu problema de umidade excessiva nas axilas não é resolvido usando um antitranspirante comercial de boa qualidade e de venda livre, você deve considerar um prescrito pelo médico.


Os antitranspirantes prescrição costumam ter uma concentração maior de hexahidrato de cloreto de alumínio.


Enquanto a maioria dos antitranspirantes comerciais contém entre 10 e 25 % do ingrediente ativo à base de alumínio, os prescritos têm uma concentração entre 30 e 45 %.


A maior quantidade de hexahidrato de cloreto de alumínio em antitranspirante ocasiona um bloqueio mais efetivo das glândulas sudoríparas.


3. Ajusta A Tua Rotina


Para melhorar a eficácia do antitranspirante e diminuir a irritação da pele, você pode fazer o seguinte:



  • Aplique antitranspirante antes de deitar, já que durante a noite você suar menos e o produto é melhor absorvido.

  • Torne-se uma segunda aplicação no período da manhã.

  • Não te apliques antitranspirante dentro de 48 horas depois de ter depilação das axilas.

  • Não tome duches quentes antes de aplicar o antitranspirante, já que os poros da pele ficam mais abertos.

4. Usa Materiais Que Exalam



A roupa, especificamente da fibra com a qual está confeccionada, pode inibir ou estimular a transpiração.


Os tecidos de fibras naturais têm um trançado mais respirável do que os materiais sintéticos, sendo mais frescos, já que permitem a circulação do ar, por exemplo:



  • Algodão.

  • Lã.

  • Linho.

  • Cânhamo.

  • Seda.

As roupas de fibras naturais é mais cara, mas é muito mais conveniente do que a partir de fibras sintéticas para a hiperidrose axilar.


Outra vantagem de roupas de fibras naturais, é que, ao absorver melhor a umidade e evita que proliferen as bactérias que se alimentam do suor e causam o mau cheiro.


Os tecidos sintéticos, como nylon, poliéster e viscose, tem suas fibras mais apertadas, o que retém mais suor e retêm mais calor, piorando o quadro.


No entanto, alguns tecidos artificiais, como o liocel e o modal, feitos de pasta de papel e celulose vegetal, podem funcionar de forma parecida com as fibras naturais.


5. Compreende E Controla Sua Ansiedade



Há situações na vida, como um encontro promissor, uma entrevista de emprego ou uma apresentação em público, o que pode ocasionar ansiedade, colocando-o para trabalhar com mais intensidade as glândulas sudoríparas.


Nestes casos, é necessário controlar a ansiedade. O primeiro é reconhecer que você se encontra em uma situação especial e que não é nenhuma catástrofe que te angusties e suspeito um pouco.


Saber que o dia anterior ao de seu compromisso durma o suficiente, já que as pessoas que dormem mal, tendem a ser mais nervosas.


Leia o nosso guia sobre o ataque de ansiedade: Sintomas, sinais, duração e complicações


6. Diminui Os Seus Níveis De Stress



Um estado frequente de estresse pode promover uma transpiração nas axilas mais intensa e constante.


As principais ações para reduzir o estresse estão ligados a mudanças no estilo de vida, entre essas:



  • Realizar exercícios de forma consistente.

  • Aprender a relaxar.

  • Fazer yoga, pilates ou qualquer outra atividade que ajuda a respirar bem.

  • Seguir uma dieta saudável.

  • Manter um bom peso corporal.

  • Dormir bem e fazer pausas ao longo do dia.

  • Evitar desvelarse.

  • Não consumir álcool em excesso.

Leia o nosso guia sobre os top 10 doenças causadas por estresse e como evitá-las


7. Mudar Alguns Hábitos Alimentares


Alguns alimentos e bebidas estimulam a transpiração nas axilas ou causam maus odores, que misturados com os axilares, podem desenvolver um quadro muito desagradável, a saber:



  • O álcool.

  • Cafeína.

  • Alho.

  • Cebola.

  • Picante.

Os pimentos e outros alimentos picantes contêm capsaicina e quando o cérebro detecta a presença deste composto químico envia uma ordem para as glândulas sudoríparas para que começam a segregar suor.


Se você é muito fã de café, talvez você deve considerar o descafeinado.


8. Teste Os Remédios Naturais


O mais importante desses remédios é a água. Quando o hipotálamo detecta que o corpo está se aquecendo, ordena a transpiração para refrescarlo.


Se você se mantém bem hidratado evita que o cérebro envie essa ordem, porque a hidratação refresca instantaneamente o organismo.


A sede é um sinal de desidratação. Evite beber água apenas quando a sede se obriga, melhor mantenha perto de um copo ou de uma garrafa com água e bébela ao longo do dia.


Outro sintoma de que você não está bebendo água suficiente é que a sua urina não é clara, mas de cor amarelada.


Em situações de clima quente e de treinamento físico, as precauções para uma correcta hidratação devem ser maiores.


Algumas frutas cítricas, como o limão e a lima, atuam como desodorantes e antitranspirantes naturais.


Curta uma lima e frótate uma metade em cada axila antes de deitar e lhe lançarás fora uma boa mão para o teu antitranspirante comercial.


9. Visita A Seu Doutor



Se o seu suor das axilas está se intensificando, é muito incômoda ou está afetando sua atividade diária, é evidente que você deve ver ao doutor, que estabelecerá se existe uma condição oculta e potencialmente de risco para a sua saúde, como são:



  • Menopausa.

  • Hipertireoidismo.

  • Doenças cardíacas.

  • Hipoglicemia.

  • Transtornos de ansiedade e stress.

  • Doença infecciosa como a tuberculose.

  • Câncer (linfoma, leucemia).

Da mesma forma, alguns medicamentos podem causar sudorese nas axilas como um de seus efeitos colaterais, entre estes:



  • Antidepressivos.

  • Analgésicos.

  • Medicamentos para a diabetes.

  • Medicamentos hormonais.

  • Medicamentos para a doença do refluxo gastroesofágico.

Também é possível que o médico diagnostique hiperidrose, uma condição que provoca uma transpiração excessiva.


A hiperidrose pode ser:



  • Focal, afetando pontos específicos, como axilas, mãos e plantas dos pés.

  • Geral, que afecta o corpo de forma global.

Além das desagradáveis de desconforto, a hiperidrose pode causar problemas psicológicos e emocionais pelos transtornos que causa na vida social e de trabalho.


10. Considera-Se Uma Solução Médica


É possível que o médico se surgir um destes tratamento para o seu excessiva sudorese axilar:


Iontoforese


Terapia de tratamento da sudorese mergulhando as partes envolvidas na água, pela qual se faz circular uma corrente elétrica.


Injeções De Toxina Botulínica


Essas injeções são aplicadas para tratar a hiperidrose focada nas axilas, palmas das mãos e plantas dos pés. A toxina bloqueia a geração de compostos que promovem a transpiração.


Medicamentos Anticolinérgicos


Estes medicamentos inibem a transmissão dos impulsos que desencadeiam a transpiração.


Simpatectomía Torácica Endoscópica


É uma operação em que se cortam os canais nervosos das glândulas sudoríparas. Recorre-Se a esta cirurgia, em casos extremos, de intensa e freqüente hiperidrose que não responde a outros tratamentos.


Tranquilizantes E Antidepressivos


Prescritos para controlar a hiperidrose ligada ao estresse.


Compartilhe este artigo com seus amigos, pode ser de grande utilidade.


Até breve.