Disfunção erétil ou impotência

5 (100%) 1 vote

A impotência sexual ou disfunção erétil é a incapacidade de obter uma ereção suficientemente intensa e duradoura, como para iniciar o coito, mantê-lo e terminá-lo com sucesso. Nós consideramos como impotência sexual, quando há falhas em mais de 50% das tentativas de manter a relação sexual. Se você tem problemas de ereção, não se preocupe: existem soluções.


Quais são os tipos de impotência masculina?


• Impotência “coeundi”, conhecida como impotência sexual, (falta de ereção).
• Impotência “generandi”, conhecida como ” ausência de fertilidade.
Existem tratamentos para os dois tipos de impotência.


Quais podem ser as causas da impotência sexual?


As causas da falta de ereção podem ser:


De origem orgânica: endócrinas (diabetes), vasculares (aterosclerose), neurológicas (lesões cerebrais, medulares), urológicas (lesões congênitas do pênis), farmacológicos (drogas, álcool, tabaco, certos medicamentos), traumáticas (fraturas de pelve).


De origem psíquica: medo do fracasso, sentimentos de culpa, infidelidade, ejaculação precoce prévia, insegurança, etc.


Soma de todas as anteriores.


Qual é a metodologia de estudo da impotência?


Ao ser causada por diversas doenças e para descobrir as causas da disfunção erétil, impõe-se um estudo multidisciplinar integrada em um mesmo equipamento de trabalho. Se há uma detalhada história clínica do caso, estudos bioquímicos e hormonais, perfil psicológico, testes vasculares (rigidómetro) e estudos radiológicos. Além disso, em nossos centros comerciais, somos pioneiros na utilização do teste de rigidometría, teste rápido e indolor, que indica de forma quantitativa a rigidez axial do paciente e o nível de pressão intracavernosa, com o fim de avaliar o grau de insuficiência circulatoria peneana. Esta prova de rigidometría é realizada com um rigidómetro ou monitor da qualidade érectil, provido de um sensor de pressão que registra a rigidez axial, em gramas, em apenas alguns segundos e seus resultados serão úteis tanto para o diagnóstico como para a monitorização do tratamento da impotência. Tudo isso,somado a um exame físico uroandrológico, cardiovascular e neurológico, nos levará ao diagnóstico.


Disfunção erétil, o que tratamentos existem hoje em dia?


Se a origem dos problemas de erecção é psíquico, é indicado um tratamento para a impotência psico-sexológico. Se a origem é orgânica, são utilizados tratamentos farmacológicos ou suplementos naturais como o Herus ou químicos como os indicados (sildenafil, vardenafil e tadalafil), estimulantes e/ou hormonais, dispositivos de vácuo, injeções de substâncias inflavmação e, em alguns casos, em que a patologia é necessário, recorre-se à cirurgia vascular ou para a implantação de próteses de pênis.vc/k4;


O que são os aparelhos de vácuo?


Provocam uma ereção através da sucção produzida em tubo de vácuo, com que se obtém um fluxo positivo em todo o leito vascular do pênis e nas estruturas elásticas e vasculares com sangue, que possui uma grande concentração de oxigênio. Este fato melhora o metabolismo dos tecidos através de uma boa oxigenação celular, aumentando assim a capacidade erétil e a rigidez do pênis. Aqui oferecemos-lhe a oportunidade de conhecer um novo sistema de vácuo.


O que são as substâncias a inflamação?


São substâncias que, introduzidas através da uretra ou injetadas no corpo cavernoso do pênis produzem uma ereção que permite uma boa relação sexual. Podem ser usados 1 ou 2 vezes por semana. Antes de começar este tratamento para a impotência sexual, é importante fazer os testes necessários para saber a resposta a essas substâncias.


O que são as próteses de pênis?


São cerca de cilindros de silicone (substância não é rejeitado pelo organismo) de estrutura anatômica, que se introduzem em número de dois para dentro dos corpos cavernosos do pênis e produzem a rigidez necessária para uma boa e adequada relação sexual. Mais informações sobre prótese de pênis


Como é a operação para a implantação de próteses de pênis?


Existem várias formas e técnicas para a implantação da prótese. A intervenção dura cerca de 45 minutos e é realizada através de uma incisão cutânea de entre 3 e 4 cm na parte inferior do pênis e na raiz do escroto; chega-se aos corpos cavernosos e eles colocam as duas próteses correspondentes, sendo no mínimo, o percentual de complicações. Tudo isso com anestesia local ou regional.


Quanto tempo se deve estar internado na clínica?


Por ser uma cirurgia pouco agressiva, o pós-operatório não exige cuidados especiais: o paciente pode sair da clínica, entre 12 e 24 horas após a intervenção e a das 4 ou 5 semanas de adaptação, você pode reiniciar a vida sexual normal.


Como é a prótese a melhor solução para a disfunção erétil?


Não, a prótese não é a melhor solução para a impotência, mas em alguns casos é o único meio capaz de solucionar problemas de ereção para que, no passado, não tínhamos solução. É uma nova descoberta da ciência médica que resolve problemas graves no homem e para o seu parceiro.


Quando é indicado um ou outro tratamento para os problemas de ereção?


O tratamento para a disfunção escolhido dependerá do diagnóstico corretamente estabelecido.


Disfunção erétil, o Que deve fazer o homem que sofre, em maior ou menor grau?


Dado que hoje em dia temos meios precisos de diagnóstico, terapêuticas adequadas e de tratamentos médicos ou cirúrgicos eficazes, quando se tem problemas de ereção ou falta de ereção é importante consultar o quanto antes e não perder tempo em métodos não ortodoxos que não fazem mais do que agravar e prolongar o problema.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *