10 dicas para ser um excelente conversador

Rate this post

Aconteceu que, em algum momento de sua vida você já evitou a alguma pessoa, por sua palestra, já que o acha chato, pretensioso ou polêmica, e os conselhos comuns das avós de falar sobre o clima, evitar temas controversos te levaram a não ter que estarte preocupando, mas todas estas boas maneiras já não são funcionais, na atualidade, todo o tema é polêmico, desde o clima da saúde, passando por política, religião, etc.


Há muitas técnicas que foram descobertas para entrar em sintonia com as pessoas, como a imitação, sorrir, etc., em muitos anos, em recursos humanos, tenho visto que utilizam estas técnicas para tentar cair bem ou para “ganhar” a favor de alguém, mas, no final, se não fizer isso, sinceramente, é que se chega a notar.


Os seguintes pontos vão servir para que você deixe de agir e pode começar a ter essa interação real.


1) Estar presente: cada vez mais difícil, quantas vezes pegamos nosso celular no meio de uma conversa e responder uma mensagem que nos chegou, deixa de fazê-lo, o pouco que você gosta de fazer quando está contando alguma coisa?


2) Todos são especialistas em alguma coisa, você tem algo a aprender: nem todos têm que deixar-nos cair bem ou que sejam agradáveis, mas se chegamos com cada um a partir da perspectiva que eles podem nos ensinar algo, se nos ajudasse estar presente.


“Cada pessoa que chegar a conhecer, saberá algo que você não conhece” Bill Nye.


3) Utilize perguntas abertas começam com: quando, como, quem, onde, o quê e por que, isso ajuda a que a outra pessoa nos possa explicar aquilo que nos interessa.


4) Preste atenção: não deixe de ouvir por medo de perder alguma questão extremamente interessante ou importante, ou o que gostaríamos de comentar nos pode levar a alguma experiência que nós tenhamos vivido.


5) Aceita o que não sabe: as nossas opiniões, as damos por fatos e as pessoas com as quais interagimos significa que é algo verdadeiro.


6) se concentre no que o outro diz: mesmo que tenhamos vivido alguma experiência igual, lembre-se que é outra pessoa e outro momento, se você está compartilhando algo, não lhe roube o seu momento.


7) Não seja redundante: ignorada ser monotemático, ninguém gosta de ouvir o mesmo, dia após dia.


8) Fala a partir de sua experiência, mencionando o que você tem em comum.

9) Ouvir: É a habilidade mais importante de todas, Buda mencionoó “se sua boca está aberta, você não está aprendendo”.


10) Ser breves: fala, para manter o interesse das pessoas e apenas para cobrir o tema.


Em outras palavras, essas 10 práticas podem ser resumidas em uma só, presta atenção ao que as outras pessoas dizem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *