Como evitar o suor nas axilas

Rate this post


A transpiração excessiva nas axilas pode ser desagradável, angustiante e irritante, e é possível que seja devido a uma condição de saúde subjacente que requer atenção médica imediata.


Se você se encontra nesta situação, é provável que possa aliviar os sintomas do excesso de suor nas axilas seguindo essas 10 dicas:


1. Usa Antitranspirante


Muita gente pensa que os desodorantes e antitranspirantes são o mesmo, mas não é bem assim.


Seus nomes indicam a principal diferença: os desodorantes ajudam a desodorizar, ou seja, previnem o mau cheiro, enquanto que os antitranspirantes reduzem a transpiração.


Os desodorantes existem desde a mais remota antiguidade, enquanto que os antitranspirantes foram introduzidos no início do século XX.


Os antitranspirantes contêm compostos de alumínio, especialmente cloreto de alumínio, ingredientes ativos, que bloqueiam as glândulas sudoríparas de forma temporária.


Leia o nosso guia sobre as 5 formas de fazer um antitranspirante caseiro e natural


2. Avalie A Possibilidade De Usar Um Antitranspirante Com Prescrição Médica



Se o seu problema de umidade excessiva nas axilas não é resolvido usando um antitranspirante comercial de boa qualidade e de venda livre, você deve considerar um prescrito pelo médico.


Os antitranspirantes prescrição costumam ter uma concentração maior de hexahidrato de cloreto de alumínio.


Enquanto a maioria dos antitranspirantes comerciais contém entre 10 e 25 % do ingrediente ativo à base de alumínio, os prescritos têm uma concentração entre 30 e 45 %.


A maior quantidade de hexahidrato de cloreto de alumínio em antitranspirante ocasiona um bloqueio mais efetivo das glândulas sudoríparas.


3. Ajusta A Tua Rotina


Para melhorar a eficácia do antitranspirante e diminuir a irritação da pele, você pode fazer o seguinte:



  • Aplique antitranspirante antes de deitar, já que durante a noite você suar menos e o produto é melhor absorvido.

  • Torne-se uma segunda aplicação no período da manhã.

  • Não te apliques antitranspirante dentro de 48 horas depois de ter depilação das axilas.

  • Não tome duches quentes antes de aplicar o antitranspirante, já que os poros da pele ficam mais abertos.

4. Usa Materiais Que Exalam



A roupa, especificamente da fibra com a qual está confeccionada, pode inibir ou estimular a transpiração.


Os tecidos de fibras naturais têm um trançado mais respirável do que os materiais sintéticos, sendo mais frescos, já que permitem a circulação do ar, por exemplo:



  • Algodão.

  • Lã.

  • Linho.

  • Cânhamo.

  • Seda.

As roupas de fibras naturais é mais cara, mas é muito mais conveniente do que a partir de fibras sintéticas para a hiperidrose axilar.


Outra vantagem de roupas de fibras naturais, é que, ao absorver melhor a umidade e evita que proliferen as bactérias que se alimentam do suor e causam o mau cheiro.


Os tecidos sintéticos, como nylon, poliéster e viscose, tem suas fibras mais apertadas, o que retém mais suor e retêm mais calor, piorando o quadro.


No entanto, alguns tecidos artificiais, como o liocel e o modal, feitos de pasta de papel e celulose vegetal, podem funcionar de forma parecida com as fibras naturais.


5. Compreende E Controla Sua Ansiedade



Há situações na vida, como um encontro promissor, uma entrevista de emprego ou uma apresentação em público, o que pode ocasionar ansiedade, colocando-o para trabalhar com mais intensidade as glândulas sudoríparas.


Nestes casos, é necessário controlar a ansiedade. O primeiro é reconhecer que você se encontra em uma situação especial e que não é nenhuma catástrofe que te angusties e suspeito um pouco.


Saber que o dia anterior ao de seu compromisso durma o suficiente, já que as pessoas que dormem mal, tendem a ser mais nervosas.


Leia o nosso guia sobre o ataque de ansiedade: Sintomas, sinais, duração e complicações


6. Diminui Os Seus Níveis De Stress



Um estado frequente de estresse pode promover uma transpiração nas axilas mais intensa e constante.


As principais ações para reduzir o estresse estão ligados a mudanças no estilo de vida, entre essas:



  • Realizar exercícios de forma consistente.

  • Aprender a relaxar.

  • Fazer yoga, pilates ou qualquer outra atividade que ajuda a respirar bem.

  • Seguir uma dieta saudável.

  • Manter um bom peso corporal.

  • Dormir bem e fazer pausas ao longo do dia.

  • Evitar desvelarse.

  • Não consumir álcool em excesso.

Leia o nosso guia sobre os top 10 doenças causadas por estresse e como evitá-las


7. Mudar Alguns Hábitos Alimentares


Alguns alimentos e bebidas estimulam a transpiração nas axilas ou causam maus odores, que misturados com os axilares, podem desenvolver um quadro muito desagradável, a saber:



  • O álcool.

  • Cafeína.

  • Alho.

  • Cebola.

  • Picante.

Os pimentos e outros alimentos picantes contêm capsaicina e quando o cérebro detecta a presença deste composto químico envia uma ordem para as glândulas sudoríparas para que começam a segregar suor.


Se você é muito fã de café, talvez você deve considerar o descafeinado.


8. Teste Os Remédios Naturais


O mais importante desses remédios é a água. Quando o hipotálamo detecta que o corpo está se aquecendo, ordena a transpiração para refrescarlo.


Se você se mantém bem hidratado evita que o cérebro envie essa ordem, porque a hidratação refresca instantaneamente o organismo.


A sede é um sinal de desidratação. Evite beber água apenas quando a sede se obriga, melhor mantenha perto de um copo ou de uma garrafa com água e bébela ao longo do dia.


Outro sintoma de que você não está bebendo água suficiente é que a sua urina não é clara, mas de cor amarelada.


Em situações de clima quente e de treinamento físico, as precauções para uma correcta hidratação devem ser maiores.


Algumas frutas cítricas, como o limão e a lima, atuam como desodorantes e antitranspirantes naturais.


Curta uma lima e frótate uma metade em cada axila antes de deitar e lhe lançarás fora uma boa mão para o teu antitranspirante comercial.


9. Visita A Seu Doutor



Se o seu suor das axilas está se intensificando, é muito incômoda ou está afetando sua atividade diária, é evidente que você deve ver ao doutor, que estabelecerá se existe uma condição oculta e potencialmente de risco para a sua saúde, como são:



  • Menopausa.

  • Hipertireoidismo.

  • Doenças cardíacas.

  • Hipoglicemia.

  • Transtornos de ansiedade e stress.

  • Doença infecciosa como a tuberculose.

  • Câncer (linfoma, leucemia).

Da mesma forma, alguns medicamentos podem causar sudorese nas axilas como um de seus efeitos colaterais, entre estes:



  • Antidepressivos.

  • Analgésicos.

  • Medicamentos para a diabetes.

  • Medicamentos hormonais.

  • Medicamentos para a doença do refluxo gastroesofágico.

Também é possível que o médico diagnostique hiperidrose, uma condição que provoca uma transpiração excessiva.


A hiperidrose pode ser:



  • Focal, afetando pontos específicos, como axilas, mãos e plantas dos pés.

  • Geral, que afecta o corpo de forma global.

Além das desagradáveis de desconforto, a hiperidrose pode causar problemas psicológicos e emocionais pelos transtornos que causa na vida social e de trabalho.


10. Considera-Se Uma Solução Médica


É possível que o médico se surgir um destes tratamento para o seu excessiva sudorese axilar:


Iontoforese


Terapia de tratamento da sudorese mergulhando as partes envolvidas na água, pela qual se faz circular uma corrente elétrica.


Injeções De Toxina Botulínica


Essas injeções são aplicadas para tratar a hiperidrose focada nas axilas, palmas das mãos e plantas dos pés. A toxina bloqueia a geração de compostos que promovem a transpiração.


Medicamentos Anticolinérgicos


Estes medicamentos inibem a transmissão dos impulsos que desencadeiam a transpiração.


Simpatectomía Torácica Endoscópica


É uma operação em que se cortam os canais nervosos das glândulas sudoríparas. Recorre-Se a esta cirurgia, em casos extremos, de intensa e freqüente hiperidrose que não responde a outros tratamentos.


Tranquilizantes E Antidepressivos


Prescritos para controlar a hiperidrose ligada ao estresse.


Compartilhe este artigo com seus amigos, pode ser de grande utilidade.


Até breve.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *